Terceira Idade em Foco

Projeto do litoral de São Paulo promove grande festa entre os vovôs e vovós.

Nesta sábado (1º) é comemorado o Dia Nacional do Idoso, eles que são hoje 15% da população nacional. Nunca se viveu tanto, a expectativa de vida no nosso país é a mais alta já registrada, está na casa dos 70 anos. Apesar das doenças que aparecem com o tempo, os idosos brasileiros são considerados um dos mais ativos do mundo. De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), até 2025 a quantidade de idosos somente no Brasil crescerá 16 vezes, o que nos dará a colocação de sexto país com maior população idosa.

Ou seja, os vovôs não param e não se entregam. Independentemente da idade, a cada dia cresce o número de idosos interessados na prática de esportes e atividades físicas. Nas praças e orla das praias é muito comum ver os grupos de ginástica da terceira idade. Além dos famosos bailões e casas de dança, que estimulam a interação além do equilíbrio, coordenação motora e o envelhecimento saudável.

Pensando nisso, o Rotaract Club de Santos em parceria com o Rotaract Club São Paulo Vila Mariana, anualmente, realizam visita ao asilo São Vicente de Paulo, em Santos. Com o intuito de promover a interação dos idosos, os clubes levam seus associados acompanhados de seus avos para uma visita com os moradores do asilo. Promovem uma tarde de divertimento e festa. Com o “bailão dos avós” interagem com os idosos do asilo, ouvem suas histórias e resgatam um pouco de sua juventude através da música.

Além de promover uma grande confraternização e uma tarde inesquecível para os participantes, os clubes através de arrecadações e doações conseguiram o valor muito significativo que foi revertido em produtos de higiene e limpeza. “O formato foi pensado para atender mesmo aqueles idosos que não tem condições físicas de danças por problemas de mobilidade reduzida. Por meio da sensibilidade auditiva, todos puderam se divertir a partir da lembrança e da saudação às músicas que marcaram suas vidas”, explica João Eduardo Marques, um dos organizadores do projeto.

A atividade foi um momento de interação dos associados com os vovôs. “Foi visível a alegria deles em ter com quem compartilhar suas histórias e ter momentos de diversão e descontração. Com cerca de 50 idosos atendidos, a instituição filantrópica carece de apoio voluntário para eventos que promovam a integração entre eles”, destaca.

Essa ação é uma das diversas que são promovidas pelos clubes do país, ações essas que são destinas a um público muito importante, eles que já viram muita coisa, que fazem parte da historia e tem muito a contar, não podem ser esquecidos e sim valorizados. Esse projeto está fortemente conectado com o objetivo número 10 dos ODS da ONU: “Redução das Desigualdades”. E o seu clube o que está fazendo? Conta para a gente e vamos compartilhar boas práticas.

 

Conteúdo Produzido por Thiago Tertuliano – Gerência de Jornalismo da Rotaract Brasil

O Projeto Renovaract faz parte da Vitrine de Projetos da Rotaract Brasil. 

Quer participar, saiba mais no link: http://goo.gl/asbH05

Comentários no Facebook