Você sabia que os quesitos de avaliação do Concurso Nacional de Projetos mudaram?

O Concurso Nacional de Projetos reunirá os principais projetos dos clubes de Rotaract do Brasil. A ideia é que avaliadores, tecnicamente capacitados, possam escolher aqueles projetos de maior destaque. Os cinco melhores de cada categoria vão para a Conarc e o primeiro lugar se sagrará campeão nacional.

Para esta edição, os quesitos avaliativos foram atualizados. Segundo Lucas de Assis, Diretor do Concurso Nacional de Projetos, os clubes precisarão provar o impacto de modo objetivo, tanto os resultados quantitativos, como também os qualitativos. “Quesitos que geravam dúvidas entre os participantes também ganharam redação mais clara”, esclarece o Diretor.

As inscrições para o CNP poderão ser realizadas pelo RDR, Secretário Distrital ou Diretor Distrital de Projetos. Cabe, no entanto, ao RDR de cada distrito a decisão de quem será o responsável pelo cadastro.  As inscrições poderão ser feitas até o dia 10 de agosto.

Além disso, uma mudança muito importante foi feita quanto aos projetos participantes da fase classificatória (antiga fase eliminatória). Cada distrito somente poderá indicar três projetos para cada uma das categorias do Concurso.

“Deste modo, os Distritos recebem um incentivo para aperfeiçoar e profissionalizar os seus concursos distritais, bem como um menor número de projetos nesta fase e garante um julgamento mais justo e equilibrado, porquanto os avaliadores poderão dedicar mais tempo e atenção aos projetos”, afirma Lucas.

No fim das contas, o objetivo destas mudanças é ter certeza que ao final a qualidade média dos cadastros dos projetos será elevada.   

Para Lucas, é extremamente importante que os clubes e distritos participem. Primeiramente porque é a chance de uma visibilidade nacional de grandes projetos. “Nossa instituição é formada por líderes inspiradores e a inspiração ganha corpo nos projetos executados por esses líderes. Quanto mais grandes projetos cadastrados, mais forte a nossa instituição”, ressalta o diretor.

O diretor do Concurso Nacionais de Projetos também lembra aos Rotaractianos que esta é a oportunidade dos clubes se aperfeiçoarem tanto na escrita, quanto na apresentação oral dos finalistas. Cumprindo,  portanto, o nosso papel para desenvolver as qualidades de liderança e profissionalismo.

 

Conteúdo produzido por Marina Migliorucci

Diretoria de Imagem Pública da Rotaract Brasil

Comentários no Facebook