A Pólio pode voltar!

Há 28 anos o Brasil não registra casos de poliomielite, considerada erradicada das Américas desde 1994, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS). No entanto, a doença que já deixou milhões de pessoas paralíticas, até mesmo levando a óbito, está com um alto risco de novos casos. Não só no Brasil, como no mundo todo.

A poliomielite, conhecida como paralisia infantil ou pólio, é uma doença altamente infecciosa e afeta principalmente crianças com menos de cinco anos de idade. Lembrando que adultos que não foram imunizados quando criança também correm o risco de infecção.

Embora não haja cura, a pólio pode ser prevenida pela vacina, que é usada pelo Rotary e seus parceiros para imunizar mais de 2,5 bilhões de crianças no mundo.

O Rotary e a Pólio

O Rotary trabalha na defesa da causa, arrecadação de fundos, recrutamento de voluntários e aumento da conscientização pública contra a Pólio.

Em 1988, formaram a Iniciativa Global de Erradicação da Pólio, uma parceria entre  Rotary Internacional, a Organização Mundial da Saúde, o Centro Norte-Americano de Controle e Prevenção de Doenças, o Unicef, a Fundação Bill e Melinda Gates e governos de diferentes partes do mundo.

Desde o lançamento da Pólio Plus, o número de casos da doença caiu drasticamente. Hoje existem apenas três países onde a doença é endêmica: Afeganistão, Nigéria e Paquistão, refletindo uma redução de mais de 99,9% desde a década de 1980, quando ocorriam por volta de 1.000 casos por dia no mundo todo.

Apesar da doença ser endêmica em somente três países, nenhuma criança estará a salvo se não eliminarmos a paralisia infantil.

Eliminando a Pólio

Veja a seguir como você pode contribuir para essa causa e proteger as crianças da paralisia infantil.

– Faça uma doação.

Você pode realizar a sua doação ao Fundo Pólio Plus computada para a Sociedade Paul Harris. O fundo é usado para cobrir custos operacionais, recrutamento de profissionais da área da saúde, equipamentos de laboratório e materiais educativos para agentes de saúde entre outros.

Organizar um evento é uma boa forma de arrecadar fundos para a Fundação Rotária.

– Conscientização pública.

Publique e compartilhe sobre a Pólio em suas redes sociais. Utilize recursos para conseguir verbas e apoio à causa, sempre destacando a necessidade de eliminar a doença.

– Campanha “Falta Só Isto”.

A campanha de conscientização sobre a pólio “Falta só isso” conta com o auxílio de várias celebridades e figuras públicas, que é realizada por meio de anúncios de utilidade pública, mídias sociais e apresentações. Os embaixadores da causa chamam atenção à necessidade de acabar com a pólio de vez. No My Rotary você encontra vários materiais de apoio para a realização desta campanha.

– Adote um posto de vacinação.

Encontre o bairro mais vulnerável e planeje atividades e divulgue em todo lugar a importância da vacinação.

– Peça apoio para a causa:

* Escreva aos seus governantes ou convide-os para uma reunião do Rotary, Rotaract ou Interact Club, explicando como podem ajudar.

* Assine a petição que pede suporte financeiros aos líderes do mundo (no My Rotary você encontra materiais de apoio).

A vacinação ocorre entre os dias 6 a 31 de agosto de 2018, aproveite todas essas informações e crie seu plano de ação para ajudar a erradicar a Pólio. Vamos acabar com a Pólio juntos!

 

Conteúdo Produzido por Fernanda Kellen Oliveira | Redatora da Rotaract Brasil

Comentários no Facebook