Não é mimimi!

O mês de setembro é o mês mundial de prevenção ao suicídio, conhecido também como “Setembro Amarelo”. De acordo com os dados do Ministério da Saúde, cerca de 32 suicídios ocorrem diariamente no país

 

 

Em todo o mês de setembro, realiza-se a campanha “Setembro Amarelo” que tem o objetivo de trazer à tona e chamar a atenção para o tema do suicídio no país, e de como prevenir.

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), cerca de 90% dos suicídios poderiam ter sido evitados, mostrando a importância de se discutir o tema, tendo em vista, que a estratégia mais eficiente de se combater o suicídio, é segundo a mesma OMS, o DIÁLOGO. O assunto, no entanto, ainda é considerado um “tabu”, assim como depressão e sessões de terapia, criando a pecha de que não passa de “frescura”.

Porém, não se trata de frescura, mas sim de uma doença, que se instala, segundo diversos especialistas, de forma sorrateira e silenciosa, já que não existe nenhum sintoma específico que possa diagnosticá-la.

A Associação Brasileira de Estudos e Prevenção de Suicídio (ABEPS), aponta para alguns pontos, que devem ser analisados, para possíveis quadros de depressão, como, perda de interesse, humor deprimido, ausência de prazer em atividades antes gratificantes, além de perda ou ganho de peso, insônia ou hipersônia sentimento de desvalia ou culpa, redução de concentração e ideação suicida. E não existe, nenhum motivo específico para se encontrar num quadro de depressão, ela pode ser causada por situações situacionais, biológicas, momentânea, entre outros.

Vale lembrar, que a principal forma de combater a depressão e evitar o suicídio, é a do diálogo, por isso, procurar e oferecer ajuda é de vital importância, prestar atenção aos possíveis sintomas, e buscar ajuda de profissionais também são medidas a se tomar.

Nas redes sociais, o Twitter apresentou uma iniciativa dentro da sua plataforma, onde os usuários que fizerem buscas a termos relacionados ao suicídio, receberam em destaque a notificação com uma mensagem de apoio, o #ExisteAjuda e disponibiliza o contato do Centro de Valorização da Vida. Já o Spotify, criou uma playlist com o título “188”, que é o número de atendimento para pessoas que tem a intenção de cometer suicídio, e precisam de ajuda.

Antes de tudo lembre-se, VOCÊ NÃO ESTÁ SOZINHO!

 

Conteúdo Produzido por Thiago Tertuliano | Gestor de Conteúdo da Rotaract Brasil

Comentários no Facebook