Seja um Herói, Doe Sangue!

Cada um de nós possuiu cerca de 7% a 8% de volume de sangue em nosso corpo. Isso significa que, em pessoas com 70 a 80 quilos, por exemplo, a quantidade de sangue seria entre 4,5 e 5,5 litros, aproximadamente. O líquido viscoso de cor rubra é a nossa principal fonte de existência e também tem o poder de salvar vidas.

A atitude de doar sangue é um ato de amor. Uma parcela da sociedade desconhece quantas vidas podem ser salvas com apenas uma bolsa de sangue. Segundo estudos, a cada 450 ml de sangue doado, o equivalente a uma bolsa de sangue, pode ajudar a salvar até quatro vidas.
De acordo com o Ministério da Saúde, apenas 1,6% da população brasileira doa sangue – o que significa um índice de 16 doadores para cada grupo de mil habitantes. Jovens com idade entre 18 e 29 anos, segundo a pasta, são a maioria e respondem por 42% do total de doações registradas no país. Em 2017, 3,3 milhões de pessoas doaram sangue e 2,8 milhões fizeram transfusão sanguínea no Brasil. Do total de doadores, 60% são homens.

Com o intuito de aumentar a taxa de doadores de sangue, os clubes de Rotaract promovem campanhas durante todo o ano. E como exemplo, a editoria Vitrine de Projetos vai até o distrito 4580, no Rotaract Club de Ouro Preto, para falar sobre o projeto “10ª Campanha de Doação de Sangue”, realizado no ano passado.

Conforme o clube, o objetivo do projeto foi fazer que mais pessoas tivesse a doação de sangue como um hábito, não apenas em datas específicas ou quando conhecem alguém que necessita de transfusão.

Com o slogan estampados em suas camisetas “Heróis não existem apenas nos quadrinhos”, os rotaractianos, juntamente com o Capítulo Confidentes de Vila Rica nº 698 da Ordem DeMolay e a Fundação Hemominas montaram uma estrutura para a realização das doações. Primeiramente, passando pela triagem e depois designados ao ponto de coleta.

Segundo o presidente do clube, Leonardo Gomes, a Fundação Hemominas informou o tempo médio que levava a coleta. “Com base nisso, criamos um formulário para os doadores questionando em que horário ele preferiria realizar a doação de sangue. Depois, entrávamos em contato com cada um por WhatsApp para confirmar o horário”, destaca ele.

Sobre os resultados, o clube destaca que houve 160 pessoas triadas e 136 bolsas de sangue coletadas, ou seja, destas bolsas teve a chance de salvar em média 450 vidas. “A meta de doações foi batida em relação à última edição. O objetivo era conseguir 130 bolsas de sangue e alcançamos o resultado final de 136 bolsas”, salienta o presidente.

Ainda conforme Leonardo, em Ouro Preto não há outras campanhas ou pontos de coleta para doadores, e que normalmente organizam pequenas caravanas e se deslocam para Belo Horizonte. “É uma demanda que a população sente falta”, acrescenta.

Doar sangue não dói. Você não ficará sem sangue (a reposição é feita naturalmente pelo organismo sem alterar o equilíbrio. Ela começa a ser feita nas primeiras 24 horas após a doação). Idosos podem doar. Pessoas com piercing (exceto na cavidade oral) podem doar. Tatuados (que tenham feito tatuagem em até 12 meses antes do ato da doação) podem salvar vidas.

Doar sangue é um simples ato solidário e não faz mal à saúde de quem doa e pode salvar até quatro vidas.

Doe sangue. Doe vida.

 

O Projeto “10ª Campanha de Doação de Sangue” faz parte da Vitrine de Projetos da Rotaract Brasil.

Quer participar, saiba mais no link: http://goo.gl/asbH05

Conteúdo Produzido por Luan Berti | Redator da Rotaract Brasil

Comentários no Facebook